A história do Conservatorium

Fundada em 1275, a cidade de Amsterdã é repleta de história. Com numerosos museus e galerias, a cidade passa por um renascimento artístico que tem feiro ressurgir o interesse pela cidade, tanto no turismo doméstico quanto internacional. O Conservatorium faz parte desse renascimento com seu rico patrimônio histórico. O edifício foi projetado pelo arquiteto holandês Daniel Knuttel para ser o banco Rijkspostspaarbank, e deu início à restauração do Museum Quarter no final do século dezenove.

Em 1897, o edifício foi comprado por cerca de 55 mil euros. Logo tornou-se um ícone da arquitetura da cidade, cujo desenvolvimento foi impulsionado pelas linhas de bondes puxados a cavalo que conectavam o centro de Amsterdã ao Van Baerlestraat.

Em 1978, o Rijkspostspaarbank mudou de endereço depois de passar por uma série de fusões, e o edifício foi abandonado. Depois de ficar vazio por cinco anos, tornou-se a sede do recém-formado conservatório Sweelinck, formado por três institutos de música. Foi necessário remodelar e modernizar o projeto de Daniel Knuttel para criar salas de aula acústicas funcionais.

Em abril de 2008 o Conservatorium de Amsterdã ficou grande demais para sua sede e mudou para a sua localização atual em Oosterdokseiland. Em 2008, The Set Hotels adquiriu o magnífico edifício, atraída por seu passado glorioso. Seguindo a visão de restaurar sua antiga beleza, o premiado designer milanês Piero Lissoni liderou a criação do hotel, cuja rica narrativa histórica está tecida com o máximo cuidado em cada detalhe. O patrimônio histórico do Conservatorium mais uma vez faz parte do coração da cultura e da arquitetura da cidade.

Expandir
Expandir
Expandir
  • The SET
  • Hotel Cafe Royal - London
  • Conservatorium - Amsterdam
  • Lutetia - Paris
Check-in Check-out
1 Quarto, 2 Adultos
Reservar Agora Melhor tarifa garantida
Adultos Crianças
Quarto
Chamar
Reserve a sua estadia
Ver Mapa